20160816_Marielle-Franco-50_0486_BG_RJ-1024x683.jpg

marielle presente

NOTA DA REDE EMANCIPA ARAÇATUBA EM DEFESA DA PERMANÊNCIA DO MURAL DE MARIELLE FRANCO NA EE VICTOR ANTÔNIO TRINDADE (INDUSTRIAL), DE SOLIDARIEDADE AOS ARTISTAS E EM APOIO COMUNIDADE ESCOLAR

“Para Marielle, o futuro vem das Marés da vida”

A Rede Emancipa Araçatuba, enquanto movimento social de defesa da educação popular, recebe com preocupação e perplexidade a notícia de que o mural em homenagem a Marielle Franco poderá ser apagado após decisão do Conselho da Escola. Entendemos que essa deliberação acontece após pressão de grupos reacionários que insistem em dizer que a mobilização artística promovida pela comunidade escolar é um movimento de politização partidária da escola.

Marielle Franco - defensora dos Direitos Humanos e das minorias, foi covardemente assinada no dia 14 de março de 2018 e deixou um imenso legado de atuação na favela da Maré, para além da sua atuação no legislativo municipal do Rio de Janeiro. Por isso, homenagear Marielle Franco jamais seria partidarizar a instituição de ensino, mas sim materializar seu nome como inspiração para uma juventude que cada vez mais possui motivos para desacreditar do futuro, diante de tantas crises e retrocessos vividos em nosso país.

 

Reforçamos que Marielle lutou bravamente em defesa da educação popular, através de cursinhos nas favelas, pois acreditava que o futuro vem das Marés da vida, do povo organizado e estudado. Marielle acreditava no poder da educação para uma verdadeira e efetiva transformação social em nosso país, motivo pelo qual já justifica a permanência da obra na escola. Que a vida, a luta e o legado da homenageada seja estudado, discutido e compreendido no ambiente escolar, entender a luta de Marielle é compreender os desmandos de um país injustiçado marcado pela desigualdade de gênero, racismo, machismo e por um imenso abismo entre ricos e pobres.

 

Por fim, manifestamos nossa solidariedade aos artistas e a comunidade escolar que confeccionou a obra e rogamos para que o Conselho Escolar da EE Victor Antônio Trindade reveja a deliberação feita sob pressão de grupos que em nada agregam na construção de políticas educacionais e culturais da comunidade escolar araçatubense. Que Marielle seja semente em nosso município. Que ela brote, cresça e transforme cada vez mais a nossa comunidade!

Rede Emancipa Araçatuba de Educação Popular 
23 de agosto de 2021